Os Seis Princípios do Pilates: RESPIRAÇÃO



Durante os exercícios devemos coordenar a respiração com o movimento. A expiração deve ser forçada e a inspiração, mais leve e natural. Dessa forma ativamos a musculatura profunda do abdômen e do assoalho pélvico, promovendo a organização do tronco e a estabilização lombo-pélvica.

Atingir um padrão de respiração correto depende de um aprendizado atento e contínuo. Os principais benefícios desse processo são a melhoria da oxigenação dos tecidos e a elevação da capacidade pulmonar.

Joseph Pilates orientava para que pressionássemos os pulmões como se estes fossem uma “toalha molhada”, e preconizava: “Respirar é o primeiro e o último ato da vida”.